27 de dez. de 2013

PORTO ALEGRE: Programação Réveillon 2014

A Prainha do Gasômetro recebe, no próximo dia 31, mais uma edição da já tradicional festa de virada de ano em Porto Alegre. A festa, organizada pela prefeitura da cidade por meio da Secretaria de Cultura, tem previsão de início às 20h30 e contará com a apresentação de grupos musicais e DJ.

Três telões serão posicionados para que as 80 mil pessoas esperadas possam acompanhar o evento. Haverá shows dos grupos Papas da Língua, Nenhum de Nós e Banda da Saldanha e, às meia noite, uma queima de fogos de 12 minutos recebe o ano de 2014 com um espetáculo de luzes às margens do rio Guaíba. O acesso à festa é gratuito.

Para chegar ao local, os gaúchos e turistas poderão optar pelo transporte público, que terá reforço durante o réveillon. Também haverá ponto de táxi em frente à Usina do Gasômetro, e os que optarem por ir de carro poderão estacionar na via duplicada da Av. Edvaldo Pereira Paiva, com acesso pela Rótula das Cuia, onde haverá vigilância a cargo do Sindicato dos Guardadores de Automóveis De Porto Alegre e será cobrado o valor de R$10.

Confira a programação completa:

20h30 – Início com DJ Claudinho Pereira
21h – Nenhum de Nós
22h30 – Papas da Língua
0h – Fogos
0h30 – Banda da Saldanha
2h30 - Término

Nos intervalos o DJ Claudinho Pereira

Fonte: EBC
Foto: sortimentos.com

5 de dez. de 2013

ELEIÇÕES 2014 RS: Senadora Ana Amélia (PP) lidera pesquisa eleitoral

Pesquisa realizada pelo instituto Methodus entre os dias 26/11 à 02/12, em 24 cidades gauchas, com 1.500 pessoas, aponta que somente a Senadora Ana Amélia Lemos (PP) pode vencer Tarso Genro (PT), atual governador do RS, na corrida pelo Palácio Piratini em 2014. Na imagem abaixo do Jornal Metro os números, inclusive para presidente.
Fonte: Jornal Metro
Edição: ALO

2 de dez. de 2013

MERCADO PÚBLICO DE PORTO ALEGRE: Obras de recuperação inciaram hoje

A semana começou com muito trabalho no Mercado Público de Porto Alegre. Nesta segunda-feira (2) se iniciaram as obras de restauração do prédio histórico localizado no Centro da capital gaúcha, atingido por um incêndio no mês de julho. As chamas destruíram praticamente todo o segundo pavimento.

A primeira parte da reforma será feita com os R$ 6,5 milhões liberados pelo governo federal, através do PAC Cidades Históricas. O tempo estimado para a conclusão é de aproximadamente 8 meses.

Entre as demandas prioritárias estão a substituição de parte do telhado de madeira por uma estrutura metálica, a construção de uma laje protetora em toda a parte comprometida pelas chamas, a troca de portas danificadas, revestimento das paredes e a reforça das redes de luz e água.

Outros R$ 13 milhões já foram assegurados pela União, mas ainda não foram liberados, segundo a prefeitura. As obras são realizadas pela mesma empresa que trabalhou na restauração do Mercado Público na década de 1990.

O Mercado Público foi reaberto em 13 de agosto deste ano, 38 dias depois de ser atingido pelo incêndio. 

Fonte: CBN
Foto: defender.org.br

22 de nov. de 2013

CINEMA AO AR LIVRE: Maior festival do mundo ocorrerá em Porto Alegre

Filmes são projetados em tela gigante e ao ar livre (Foto: Rosano Mauro Jr/Divulgação/Vivo Open Air)
O Vivo Open Air ocorrerá de 28 de novembro a 8 de dezembro, de quarta a domingo, no estacionamento da Fiergs. De acordo com a organização, a tela de projeção tem o tamanho de uma quadra de tênis, com 325 metros quadrados. Os ingressos custarão a partir de R$ 40 (R$ 20 a meia-entrada).

O evento conta com programação variada de curtas-metragens, clássicos e lançamentos do cinema de dentro e de fora do país. Entre as pré-estreias estão os internacionais Como Não Perder Essa Mulher, Carrie - A Estranha, e o nacional O Lobo Atrás da Porta. Além disso, o público poderá conferir atrações musicais e gastronômicas.

Todos os filmes serão exibidos com som original e legendas em português.

Programação

Quinta-feira, 28 de novembro
20h – Abertura / Curta: Linear
21h – Curtindo a vida adoidado (legendagem eletrônica) – classificação livre
Show: Conjunto Bluegrass Porto-Alegrense

Sexta-feira, 29 de novembro
20h – Abertura / Curta: Charizard
21h – Grease – Nos tempos da Brilhantina (legendagem eletrônica) – classificação livre
23h – Show: Rodrigo Santos e os Lenhadores

Sábado, 30 de novembro
20h – Abertura / Curta: Palhaços não choram
21h – Pré-estreia – Como não perder essa mulher (legendagem eletrônica) – classificação 18 anos
23h – Show: Quarto Sensorial

Domingo, 1º de dezembro
18h30 – Abertura: Festa de encerramento do MIMPI
19h30 – Show: Holger
20h30 – Mostra de filmes MIMPI - classificação 16 anos
23h30 – Djs MIMPI

Quinta-feira, 4 de dezembro
20h – Abertura
21h – Pré-estreia – O Lobo atrás da porta ( nacional)– classificação 14 anos
Show: Funkalister

Sexta-feira, 5 de dezembro
20h – Abertura / Curta: Ed.
21h – PRÉ-ESTREIA – Carrie – A estranha (legendagem eletrônica) – classificação 14 anos
Show: Conjunto Bluegrass Porto-Alegrense

Sábado, 6 de dezembro
20h – Abertura
21h – O Poderoso Chefão I (legendagem eletrônica) – classificação livre
Show: Marmota Jazz

Domingo, 7 de dezembro
20h – Abertura / Curta: Malaria
21h – Pulp Fiction (legendagem eletrônica) – classificação 18 anos
23h – Festa Voodoo - 18 anos

Domingo, 8 de dezembro
19h – Abertura
20h30 – E.T. – O Extraterrestre (legendagem eletrônica) – classificação livre
Show: Funkalister

Serviço

Datas: 28 de novembro a 8 de dezembro de 2013, de quarta a domingo.
Local: Estacionamento da Fiergs (Avenida Assis Brasil, 8787, Porto Alegre).

Ingressos: a partir de R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada, válida para estudantes e idosos somente nos pontos de venda).

Clientes da Vivo terão 20% de desconto na compra de até dois ingressos por sessão, mediante apresentação da conta telefônica e/ou aparelho celular. O desconto não é acumulativo, e vale apenas para a compra da entrada inteira na bilheteria do evento.

Vendas pela internet: www.ingressorapido.com.br

Call Center: 4003-1212 (de segunda a sábado, das 9h às 22h, e domingo, das 12h às 18h).

Pontos de venda: Todos os credenciados da Ingresso Rápido e pelo site www.ingressorapido.com.br

Estacionamento no local
Veículo de passeio e moto: R$ 15
Microônibus: R$ 30
Ônibus: R$ 45

Fonte: G1
Foto: Rosano Mauro/Vivo Open Air
Edição: ALO

13 de nov. de 2013

ELEIÇÕES 2014: PDT gaúcho realiza reunião tensa e líderes defendem manutenção da união com o PT

Os secretários estaduais da Saúde, Ciro Simoni, do Gabinete dos Prefeitos, Afonso Motta, e dos Esportes, Kalil Sehbe, o vice-presidente do Banrisul, Flávio Lammel, e integrantes de diretorias de algumas estatais reuniram-se nesta terça-feira (12) e, após a tensa reunião, vão tornar pública nesta quarta-feira (13), às 17 h, sua posição de defesa da continuidade da aliança com o PT no Estado.

O Deputado Federal Vieira da Cunha, indo ao encontro do que diz o diretório nacional do partido, defende a candidatura própria e se coloca como pré-candidato ao governo gaúcho. Simoni elogia a posição de Vieira da Cunha mas salienta que na atual conjuntura a candidatura própria não se apresenta como viável. 

PDT/RS, longe de sua história, refém de cargos e do poder

Seguramente o PDT gaúcho é um dos mais representativos partidos políticos e um dos mais identificados com a tradição gaúcha, com a história das lutas e das reivindicações de nosso povo. Infelizmente o ditado que diz: "O poder corrompe", parece que esta se aplicando neste pseudo apoio ao PT e na pretensa coligação para 2014. Não estou dizendo aqui que os nobres líderes e ocupantes de cargos no atual governo gaúcho foram corrompidos, mas que parece que eles não estão querendo deixar de mamar nas tetas do governo, há isso parece. Essa posição dos "líderes" do partido poderá causar uma ruptura no PDT, tudo que o PT gostaria. 

O PDT tem história, e não merece se manter cabresteado pelo PT. Tem sim que lançar candidatura própria, tem que por a cara na rua e defender as bandeiras do trabalhismo puro, as defendidas por Leonel Brizola, mesmo que isso represente não ganhar. 

Fonte: Correio do Povo
Edição: ALO
Imagem: Google

8 de nov. de 2013

De AM para FM, como vai ser?

Como radialista e profissional de comunicação que em muitas ocasiões discutiu e analisou as variadas formas de transmissão do veículo rádio, fiquei feliz com a assinatura pela Presidente Dilma do decreto lei que autoriza a migração das rádios AM (Amplitude Modulada) para FM (Freqüência Modulada). Para os ouvintes e amantes do rádio será uma melhora considerável na qualidade do som e das transmissões. Essa medida há décadas é reivindicada pelas emissoras AM's e pelas entidades que representam o sistema de radiodifusão no país. 

Mas como se dará esta migração?

Não é simples esta adequação e a mudança de faixa, mas buscando informação encontrei uma postagem no Facebook do Rafael Araldi, narrador da Regional FM de Florianópolis, que ajuda a explicar essa situação da melhor maneira possível.

"Hoje, os canais de TV analógicos passam seu áudio pelo sinal FM. O som que recebemos na TV aberta entra na TV pelo sinal de 70 MHz até 87.3 Mhz. Essa faixa se chama Faixa Estendida do FM. Com a migração de TV analógica para TV digital, o sinal não passará mais pelo FM e essa faixa vai ficar vazia. Mesmo usando essa faixa do FM, entre 70 Mhz e 87.3 Mhz, sobram faixas em FM para novas rádios.

“Mas Araldi, como eu ouço isso? Meu rádio aparece à frequência de 87.5 até 108???” Precisa de um rádio especial que consiga captar a versão estendida, já temos alguns comercializados no Brasil. Esse rádio recebe sinal de 70 Mhz até 108 Mhz.

O Governo já fez o estudo técnico. Como sabemos, o aumento da banda larga sem fio, do sinal de celular e mais um monte de coisa que dá descarga elétrica prejudicaram o sinal AM. O Brasil decidiu migrar as emissoras de rádio do AM para o FM, mas não vamos só apertar um botão e: “PUM!!! Agora, minha AM está com som digital no FM.”

O Governo vai liberar frequências no FM para as emissoras de rádio em cidades que tenham viabilidade. São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, por exemplo, já estão saturadas e não tem como realocar esse batalhão de rádios. Então, para essas cidades, será oferecido para as rádios AM o sinal do FM estendido. Em todas as outras localidades, a rádio que opera no AM pode desligar seu transmissor AM e ligar o seu FM e começar a sorrir.

Para conseguir isso, o empresário terá que comprar um transmissor digital FM, que é mais caro que o AM – chuto por baixo meio milhão de reais, depende da potência da rádio. Também terá que pagar uma nova concessão, e esse valor não pode ser menor do que o menor valor pago por uma concessão na cidade. Exemplo: se uma rádio na cidade pagou R$ 150 mil na concessão, essa AM vai ter que pagar o mesmo valor com correção.

O que ainda está vago é a classe em que a rádio vai começar a operar. Acredito que será a menor, como toda nova FM. Vai aumentando a potência aos poucos e com o passar dos anos. Uma rádio que tem uma grande potência no AM vai entrar com baixa potência no FM. O governo pode abrir uma linha de credito e financiar transmissores nacionais – não são os melhores.

Essa mudança será onerosa e facultativa. No futuro, todos os novos rádios vão abrir em frequência única do 70 Mhz até o 107.9 FM. Esse novo aparelho abre o Rádio HD. A emissora que tenha um transmissor HD ganha outros sinais. “Como assim?”

Exemplo: a emissora 92,8 FM ligou o transmissor HD. No seu rádio HD, vão aparecer as frequências 92,8, 92,8.1 e 92,8.2. Você ganha duas novas rádios após o ponto. Pode, no mesmo transmissor, gerar a programação para o .1 e .2. Deu pra entender? 92,8: minha rádio com sinal HD. 92,8.1: qualquer outra rádio que eu queira. 92,8.2: qualquer outra rádio que eu queira. E tudo isso com apenas um transmissor.

Mas para funcionar o rádio HD, todas as emissoras de TV devem parar de transmitir no sinal analógico e as rádios AM deverão todas migrar para o FM ou FM estendido. Pouquíssimas rádios no Brasil já tem transmissor pronto pro Rádio HD. A Regional FM é uma das prontas e preparadas. Quando o governo liberar, a Regional pode operar no HD.

Acho que será muito bom para o ouvinte, mas não sei como será a audiência das rádios. Uma rádio musical no AM pode ter muito ouvinte porque o público não goste de mudar de banda. Sendo obrigado a mudar, ele vai conhecer as outras rádios. Também até ter essa mudança total, teremos rádios com Internet. Até o rádio do carro vai ter 3G ou 4G.

“Eu não tenho rádio em casa. Escuto rádio pelo computador e, assim, todos tem som digital.” Conheço um monte de gente assim. Essa mudança será rápida, rápida mesmo. Até o fim do ano, já podemos ter rádio AM pegando no FM. Basta comprar um transmissor, pagar a nova concessão e pronto. Não será barato, mas possível para quem tem café no bule.

Era isso. O que escrevi não é o que eu acho. É informação de mais de 10 sites que estudei. Posso ter errado uma coisinha aqui ou ali, mas no geral é isso mesmo."


Passos (e prazos) para a adaptação de outorga

1. Presidência da República - publicar Decreto Presidencial, ocorrido ontem, 07/11, Dia do Radialista
2. Ministério das Comunicações - publicar regulamentação específica
3. Rádios de ondas médias - informar demonstração de interesse na adaptação de outorga
4. Anatel - fazer a Adequação do Plano Básico de canais de FM
– Contabilização de canais
– Redestinação da Faixa 76 - 88 MHz (canais 5 e 6 da TV analógica)
5. Migração tipo I (para a faixa tradicional)
6. Desligamento da TV
7. Migração tipo II (para a faixa estendida)

ELEIÇÕES 2014: Pesquisa aponta Marina como principal concorrente de Dilma

Eu penso que pesquisa sempre reflete o momento e indica uma possibilidade. No inicio das manifestações pesquisas indicavam que Dilma não seria reeleita. Muita água vai passar por baixo desta ponte. Mas o importante é que não fiquemos reféns de somente uma corrente e uma proposta. Temos que ter e buscar opções ao modelo de governo que ai esta, que para mim tem errado mais do que acertado.

Marina é a principal concorrente

Pesquisa realizada pelo Instituto MDA entre os dias 31/10 e 04/11 em 135 municípios com 2005 pessoas, divulgada ontem pela CNT - Confederação Nacional dos Transportes, mostra uma vantagem confortável da presidente Dilma Roussef. Considerando os seus adversários conhecidos, Aécio Neves (PSDB), Eduardo Campos (PSB) e Marina Silva (PSB/Rede), a presidente Dilma ganharia no primeiro turno dos dois primeiros, e com Marina a corrida pelo Planalto teria segundo turno.

Além da pesquisa eleitoral, o MDA perguntou quais as maiores preocupações dos brasileiros e como a população esta vendo as manifestações e a presença dos "Black Blocs".

Fonte e imagem: Jornal Metro
Edição: ALO

30 de out. de 2013

INSEGURANÇA PÚBLICA RS: Latrocínio (roubo seguido de morte) cresce 38,98% em 2013

Atualizada trimestralmente, a estatística da SSP/RS, divulgados nesta quarta-feira (30), aponta a redução de 1.490 homicídios, em 2012, para 1.396, em 2013. Outros crimes que registraram redução foram os de extorsão, com 20,41%, e os furtos em geral, reduzido em 1,06%. 

O número de homicídios entre janeiro e setembro deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado, indicam uma queda de 6,3%. O número de roubos cresceu 12,86%. 

Já os furtos e os roubos de veículo subiram 8,52% e 2,67% entre janeiro e setembro deste ano. Outro dado que chama atenção, e que apresentou a maior elevação na comparação, foi o número de latrocínios (roubo seguido de morte), que cresceu 38,98%, de 59 casos em 2012, para 82 em 2013.

Fonte: ZH
Imagem: Blog Insegurança Pública
Edição: ALO

29 de out. de 2013

CHEQUE ESPECIAL: Taxa de juros chega a 144% em 2013

É MOLE OU QUER MAIS...

A taxa de juros do cheque especial subiu 4,4 pontos percentuais, de agosto para setembro, ao alcançar 143,3% ao ano, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira pelo Banco Central (BC). Essa é a taxa mais alta desde julho do ano passado - 144,2% ao ano.

Entre as modalidades do crédito com recursos livres para pessoas físicas divulgadas pelo BC, a taxa do cheque especial é a mais alta. A taxa do crédito pessoal, incluídas operações consignadas em folha de pagamento passou de 39,7% ao ano para 40,4% ao ano, aumento de 0,7 ponto percentual.

A taxa para a compra de carros, subiu 0,3 ponto percentual – de 20,9% para 21,2% ao ano. Para a compra de outros bens, o aumento ficou em 0,8 ponto percentual, passando de 67,6% para 68,4% ao ano.

No caso das operações de arrendamento mercantil (leasing) de carros, houve queda de 1,1 ponto percentual para, variando de 12,1% para 11% ao ano.

Fonte Correio do Povo
Imagem: Google/Duke

23 de out. de 2013

VEREADORA DE PORTO ALEGRE QUER MUDAR SISTEMA DAS COMANDAS EM BARES NOTURNOS

A Vereadora Séfora Mota (PRB) é a idealizadora do PL 37/2013, que proíbe a utilização de sistema de pagamento posterior ao consumo pelas casas noturnas e os locais de espetáculo, o que é louvável. Mas penso que a nobre vereadora poderia se preocupar mais com outras questões que dizem respeito a saúde, a educação e a segurança no município, do que ficar inventando moda e mexendo no que há décadas funciona bem.

Ontem (22) ocorreu audiência pública e não houve acordo entre os representantes do Sindicato da Hotelaria e Gastronomia de Porto Alegre (Sindpoa) e a vereadora Séfora Mota (PRB) durante as cerca de três horas de reunião pública realizada pela Comissão de Defesa do Consumidor, Direitos Humanos e Segurança Urbana (Cedecondh). O projeto está na Ordem do Dia e tem votação prevista para a sessão ordinária desta quarta-feira (23/10), se aprovado, institui o sistema de cobrança antecipada pelo cliente, ou seja: Os consumidores terão que pagar antes de usufruir. 

Na justificativa, Séfora apresenta três formas para que esse pagamento ocorra: diretamente ao garçon, pela aquisição de fichas para posterior troca, ou com a compra de créditos em cartões pré-pagos e recarregáveis, conhecidos como “Cartão Balada”. A matéria dispõe ainda que, "em caso de, ao deixar o estabelecimento, o cliente possuir crédito remanescente em seu cartão balada, poderá optar por ser ressarcido em dinheiro ou por manter os créditos para uso futuro". Isso não justifica nada, infelizmente só complica ainda mais.

Comerciantes
Pres. Sindipoa, José Santos

De acordo com o presidente do Sindpoa, José Jesus Santos, apesar de meritória a iniciativa da vereadora, “sob a alegação de estar preocupada com a segurança dos frequentadores, não é isso que o projeto trata e, sim, de uma interferência na gestão dos estabelecimentos”. Para ele, é preciso, sim, fiscalização e punição para as casas que não estiverem adequadas às normas de segurança. 

Santos ainda destacou a existência de uma confusão deixada por uma lacuna no atual Plano Diretor e agravada por um decreto do ex-prefeito João Verle, que ainda está em vigor e que classifica como casas noturnas todos os estabelecimentos que funcionem após a meia-noite. “Não podemos ter uma lei que trate de forma igual danceterias, casas de show, hotéis, restaurantes e lancherias”, declarou.

A única perspectiva de avanço surgiu no final da reunião. A vereadora Fernanda Melchionna (PSOL), que presidiu os trabalhos, propôs que uma nova emenda reportasse o início de vigência da Lei à criação de um grupo de trabalho, com a participação de todos os segmentos envolvidos, para definir a regulamentação da matéria. 

A sugestão foi aceita pela vereadora Séfora, mas não houve manifestação favorável dos representantes dos bares e casas noturnas. Participaram da reunião, além de Fernanda Melchionna e Séfora Mota, os vereadores Alberto Kopittke (PT), Alceu Brasinha (PTB), Any Ortiz (PPS), Delegado Cleiton (PDT), Marcelo Sgarbossa (PT), Mário Fraga (PDT) e Mônica Leal (PP).

Espero que esse absurdo de projeto não passe. Caso contrario teremos mais uma lei fadada a prejudicar os empresários do setor e os consumidores. Vamos acompanhar o caso.

Fonte: Câmara Muicipal
Foto: Ederson Nunes
Edição: ALO

18 de out. de 2013

CIDADE BAIXA: Bares X Moradores - Avançar ou regredir?

Na quarta-feira (16) entre 18:30 e 20h ocorreu na Escola Estadual Leopolda Barnewitz, na rua João Alfredo assembléia geral convocada pela prefeitura municipal para discutir e deliberar sobre o horário de fechamento dos bares na cidade baixa, o meu bairro.
A assembléia foi conduzida pelo Subprefeito da Região Centro, Rodrigo Kandrik, e contou com a presença do Secretário Municipal da SMIC, Humberto Goulart, do Diretor de Fiscalização da SMIC, Roberto Stock, da Vereadora Fernanda Melchiona (PC do B), do Presidente da Associação dos Bares da Cidade Baixa, Moacir Biassebeti, Major BM Ulisses, Cmdt. Policiamento do Bairro, da Maria Isabel, do Sindicato dos Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares e do presidente da Associação dos Moradores, Zildo Tadeu.
Da esq. para a dir: Zilton Tadeu, Ver. Fernanda Melchiona, Maj. Rodrigues, Kandrik, Dr. Goulart e Stock
Democraticamente a palavra foi aberta aos participantes da assembléia com três minutos para cada um, eu tive a oportunidade de ser o primeiro a me manifestar como morador do bairro há mais de 40 anos. Apelei à todos que buscassem o entendimento e o bom senso, salientando que o bairro mais boêmio do RS e um dos mais boêmios do Brasil é um patrimônio cultural da cidade e uma atração turística que tem que ter tratamento diferenciado. Me manifestei favorável ao horário estendido durante o horário de verão.

Na sequencia falaram outros representantes da comunidade, a maioria favoráveis ao horário ampliado. E outros mais radicais, que se dizem representantes dos moradores, mas que na verdade defendem seus próprios interesses. 

Claro que o bairro tem problemas, não só no funcionamento dos bares, mas na segurança pública, na iluminação, a questão dos moradores de rua, etc. Mas penalizar a maioria por que meia dúzia conhecida causa problema, isso não é de se admitir.

Mas uma manifestação me deixou ainda mais indignado. Foi a manifestação do presidente da associação dos moradores, Zildo Tadeu. Primeiro que ele chegou depois de meia hora do inicio da assembléia. Deu uma volta no salão, e sentou-se a mesa principal. Quando da sua fala disse que tinha visto poucos moradores e que a diretoria e o conselho já haviam se manifestado sobre o assunto. e que este vai ser encaminhado ao Ministério Público. 

Busquei algumas vezes contato com a associação dos moradores, mas nunca consegui, parece que estão sempre enclausurados de mal com todos e com tudo que o bairro representa. Vivem num passado distante, num bairro que eu também vivi, e que tenho saudades. Como lembrança. Hoje tenho orgulho do meu bairro e do que ele representa para Porto Alegre.

Após tudo isso, ocorreu a votação, onde 61 moradores votaram favoráveis ao horário estendido nas quintas, sextas e vésperas de feriados até as 2 da manhã. Nos outros dias até a uma hora. Dois moradores foram contra e teve uma abstenção.
A imprensa estava presente, inclusive com entrada ao vivo da João Alfredo na TV COM. As matérias dos jornais de quinta-feira (17) deram destaques para o sr. Zildo, presidente da associação que não me representa e a maioria dos presentes na assembléia, dizendo que foi tudo uma farsa e que irão para o MP se queixar. Sei que as polêmicas vendem jornais e dão audiência nas rádios e televisões, mas dar destaque somente para um dos lados, me desculpem, é incoerente. Leia nos links as matéria do Correio do Povo (http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=510035) e da ZH (http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/noticia/2013/10/bares-da-cidade-baixa-em-porto-alegre-terao-horario-estendido-durante-o-verao-4303311.html).

Não me contive ao final da reunião e solicitei  a palava mais uma vez e falei diretamente ao sr. Zildo, e falei que ele não me representava, nem sua associação. Conclamei os moradores presentes para fundarmos uma nova associação. Fiquei sabendo em seguida, após receber cumprimentos pelas manifestações, de que há um movimento para fundar uma nova associação e fui convidado a me integrar à ele.

Na minha opinião temos que caminhar para frente. Os problemas pontuais que ocorrerem, tem que ser tratados pelo poder público e denunciados por moradores e comerciantes do bairro. 

Parabéns a prefeitura pela condução da assembléia e pela participação dos moradores e comerciantes que lá estiveram. E deixo um conselho para o sr Zildo Tadeu: quem vive de passado é museu, cara feia, ranço, radicalismo não leva a nada.

14 de out. de 2013

CERCAR O PARQUE FARROUPILHA, A NOSSA REDENÇÃO - SOU CONTRA.


Há mais de duas décadas que essa discussão vai e volta. Me criei indo e vindo na Redenção, saindo e voltando da forma mais livre possível. Fui assaltado, brinquei, briguei, joguei bola, andei, e quando dá ando de bike. Hoje curto e estou sempre ali com minha filha Luane andando de bike, e com ela e os netos na pracinha. Hoje tramita na Câmara Municipal de Porto Alegre, projeto do Vereador Nereu D'Ávila (PDT), que quer fazer um plebiscito para ouvir a população sobre o cercamento.

Desde já manifesto minha posição CONTRÁRIA, ao plebiscito que vai onerar mais os cofres públicos. E me coloco EXPRESSAMENTE CONTRA ao cercamento.

O que a prefeitura tem que fazer é colocar a Guarda Municipal para fazer rondas constantes, mal vejo uma viatura ou uma moto, quem dirá guardas a pé ou de bike. Vejo muito pouco. A Redenção tem que ser muito mais iluminada para que na penumbra não ocorram assaltos e outros desmandos. A noite dá medo de passar por lá. E ainda mais, hoje com a tecnologia tem que fazer um verdadeiro BBB na Redenção com o maior número de câmeras espalhadas. Claro que terá que ter homens e mulheres da GCM para atender as ocorrências com rapidez. 

Em matéria do jornal Diário Gaúcho, o prefeito Fortunatti se manifestou contrário ao cercamento...http://diariogaucho.clicrbs.com.br/rs/noticia/2013/10/em-principio-sou-contra-diz-jose-fortunati-sobre-cercamento-da-redencao-4298730.html . Nesse caso tô com ele. 

SE VOCÊ, ASSIM COMO EU É CONTRÁRIO AO PLEBISCITO E AO CERCAMENTO DA REDENÇÃO, SE MANIFESTE. #redencaolivre

Foto: Jornal Coroa Metade

FEIRA DE ARTE, ARTESANATO, GASTRONOMIA E NEGÓCIOS DE GAROPABA


9 de out. de 2013

"ESTE É UM PAÍS QUE VAI PRA FRENTE...", de onde mesmo cara pálida?

Lendo, ouvindo e vendo as notícias do dia a dia, e observando os discursos dos nossos governantes, desde a presidente Dilma, seus ministros, governadores, enfim a politicagem toda, eu me lembrei do refrão - "Este é um país que vai pra frente"(clic aqui e veja a propaganda) - de uma música que ouvi na minha infância nas rádios, e também na tv, dava direto. A música era usada como propaganda da ditadura militar e foi criada pela dupla Dom e Ravel, com o título de "Eu Te Amo, Meu Brasil".

Pois bem, o nosso Brasil foi pra frente. A ditadura caiu, conquistamos eleições diretas. Hoje temos uma jovem "DEMOCRACIA", no meu entender maquiada e mascarada, mas temos. E isso é ir para frente.

Eu me pergunto, para onde mesmo que nosso país foi? Hoje somos a 7ª economia do mundo, que maravilha! Mas isso resolveu os inúmeros problemas do sofrido povo? Somos o país que tem o segundo pior índice em educação do mundo, segundo a Revista  "The Economist", estamos a frente somente da Indonésia, atrás de México e Argentina. Tem mais: A situação do Brasil no saneamento básico é dramática. O Presidente da Ong Trata Brasil, Édison Carlos, disse: “Podemos dizer que a grande maioria do esgoto do país continua indo para os cursos d’água, os rios, as lagoas, os reservatórios e, consequentemente, o oceano. O Brasil parou no século 19. Qualquer indicador que você pegue tem níveis dramáticos, que não têm nenhuma relação com o avanço econômico que o Brasil vem tendo”. E na infraestrutura? Nada de avanço. Segundo o professor da Fundação Dom Cabral, Carlos Arruda, o Brasil esta, em todos os indicadores de infraestrutura básica, entre os 100 piores países.

Somos um país violento com uma taxa de 20,4 homicídios por 100 mil habitantes, a oitava pior marca entre 100 nações com estatísticas consideradas relativamente confiáveis sobre o assunto.

Um país sem saúde é o que somos. De acordo com a OMS - Organização Mundial da Saúde, numa pesquisa envolvendo 191 países, o país que vai pra frente esta na 125ª. Com essa colocação perde para países como Albânia, Senegal, Benin, Tonga e Paquistão. Considerando a América Latina, o sistema de saúde brasileiro só é melhor do que o da Bolívia, Guiana e Peru.

Temos os maiores juros e a maior carga tributária mundial. Pagamos salários fora da realidade aos nossos políticos, enquanto o trabalhador se contenta com míseros R$ 622,00. O judiciário brasileiro ainda esta no século passado. Onde, infelizmente, as leis privilegiam os mais abastados.

A pobreza diminuiu. Avançamos em tecnologia. No Brasil hoje, celular é que nem bunda, todo mundo tem. Segundo a Teleco, empresa de consultoria em Telecomunicações, o Brasil só perde no total de celulares para China, Índia, Estados Unidos e Indonésia. Todos eles, contudo, têm população superior, e o Brasil supera os quatro líderes quando o assunto é o número de linhas habilitadas por cidadão. Além disso, em poucos lugares do mundo este índice vem crescendo tão rápido quanto aqui. Ainda mais depois que, em abril, o governo federal desonerou os smartphones.

E agora a notícia de que o Brasil também avançou ainda mais na telefonia celular. Somos o país que tem a tarifa mais cara do mundo. Que contra senso não? Temos o maior número de linhas e pagamos as tarifas mais caras. Claro que nesta tarifa estão os absurdos impostos pagos pelas companhias, mas não justifica.

Fazendo uma comparação, o discurso de hoje é o mesmo da época da ditadura com outras palavras é claro. Na verdade, a conclusão que chego é que o Brasil vai pra frente. Pra frente no discurso e pra frente na falta de compromissos com a população. Mas principalmente o Brasil vai pra frente da televisão ver novelas que distorcem a moral, ver programas sobre celebridades, ver sonhos e sonhar com dias melhores. Será que virão? EU ACREDITO. Ano que vem...

"EU TE AMO MEU BRASIL"

Fontes: G1 / Uol / Folha / Metro

3 de out. de 2013

ELEIÇÕES 2014 RS: Pesquisa aponta empate técnico entre PP e PT

A um ano das eleições 2013, uma pesquisa do Ibope aponta empate técnico entre Tarso Genro (PT) e Ana Amélia Lemos (PP) na disputa pelo governo do Rio Grande do Sul. Na pergunta estimulada (na qual o entrevistado recebe um cartão com os nomes dos possíveis candidatos), Tarso, o atual governador, aparece com 27% das intenções de voto. 

Em seguida, está a senadora Ana Amélia, com 26% das preferências. Na pergunta espontânea (nenhum cartão de resposta é apresentado ao eleitor), Tarso e Ana Amélia também lideram. Ele aparece com 9% e ela, com 7%. No cenário de segundo turno, as posições se invertem: a senadora recebe 38% e o governador, 23%. O índice de Tarso é inferior ao que ele tem no cenário de primeiro turno. As informações foram publicadas no jornal Zero Hora.

Os outros cinco pré-candidatos apresentados pelo Ibope somam 9%. O melhor resultado é de José Ivo Sartori (PMDB), com 4%, mas o ex-prefeito de Caxias do Sul ainda não confirmou que irá concorrer. O deputado federal Vieira da Cunha – possível nome do PDT, partido que está dividido entre lançar candidatura própria ou apoiar a reeleição de Tarso – tem 2%. A pesquisa foi encomendada pelo Grupo RBS e ouviu 1.008 pessoas entre 24 e 27 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.


Fonte: JB Pará / ZH 

29 de set. de 2013

AS BICICLETAS foram a atração deste domingo em Porto Alegre

O veículo do futuro, ecologicamente correto, faz bem à saúde e é uma grande diversão para todas as idades: A BICICLETA ou BIKE, como queiram, foi a "prima dona" deste domingo (29/09) de tempo encoberto, com pequenos momentos de sol, onde realizou-se a 17ª Semana da Bicicleta e da 23ª Semana da Primavera, promovidos respectivamente pelas secretarias municipais de Esporte (SME) e de Meio Ambiente (Smam) de Porto Alegre. A semana serviu para ministrar cursos a ciclistas sobre como se comportar no trânsito.

“Estamos vivendo um momento muito especial no qual a bicicleta surge como alternativa de transporte e de exercício físico. Precisamos aproveitar a moda da bicicleta para incentivar as pessoas a deixarem o carro em casa”, comentou o coordenador de Eventos da SME, professor Cláudio Fernando Miranda. 

O passeio ciclístico, realizado com uma temperatura agradável, contou com o apoio da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e com uma ambulância para qualquer emergência. “Esta é a 17ª edição da Semana da Bicicleta. É uma política de incentivo que não depende do partido que está no governo. Durante a semana teve seminários e cursos voltados ao ciclismo. Contamos com a participação de umas 200 pessoas”, afirmou Miranda.

Fonte: Correio do Povo
Foto: Samuel Maciel
Edição: ALO

23 de set. de 2013

IMBITUBA: Baleia Franca é destaque em festival

Imbituba sedia a partir de quinta-feira, dia 26 de setembro, o Festival Nacional da Baleia Franca. Serão três dias para discutir e evoluir na preservação da espécie, promoção do turismo e da baleia franca. De 26 a 28 de setembro, a Associação Empresarial de Imbituba (Acim), com apoio da Santur e prefeitura de Imbituba, realizam o evento no ginásio de esportes Olivar Francisco. Além dos debates, haverá palestras, concurso fotográfico e lazer, tudo aberto à comunidade.

O evento começa na quinta-feira a partir das 14 horas com o seminário Baleia Franca – Conservação e Preservação Harmônica e os concursos de painéis e mosaicos e também o de vídeo documentário. Às 19 horas, acontece a solenidade oficial de abertura e o lançamento da marca Imbituba – Capital Nacional da Baleia Franca.

Na sexta-feira, dia 27, às 14 horas, acontece o seminário sobre sustentabilidade e às 18 horas tem a exposição de fotos e a entrega de prêmios do concurso fotográfico para fotógrafos amadores (inscrições e regulamento no Studio Elaine Freitas – informações no telefone 99226033). Ainda às 19 horas tem a palestra Obras Sustentáveis com o engenheiro Eduardo Nunes.

Já no sábado, dia 28, a partir das 9 horas, tem a caravana do Sesc com uma série de atividades. Às 14 horas tem o lançamento dos Cruzeiros Temáticos e Fitness Bem Estar, com apresentações de diversos ritmos de dança e ginástica e com a presença da ex-jogadora da seleção brasileira vôlei, Ida Álvares, com uma minipalestra e clínica de vôlei.

E às 15h30min acontece o passeio ciclístico com saída em frente ao ginásio de esportes até o canto da praia da Vila e sorteio de uma bicicleta.

Fonte: Engeplus
Imagem: ACIM

18 de set. de 2013

O QUE SÃO EMBARGOS INFRINGENTES?


Os embargos infringentes são recursos previstos no regimento do Supremo Tribunal Federal e que podem levar a um novo julgamento do crime no qual o condenado tenha obtido ao menos quatro votos favoráveis. Eles não constam de lei de 1990 que regulou as ações no Supremo e, por isso, há dúvida sobre sua validade.

Os embargos infringentes possibilitam a reanálise de provas e podem mudar o mérito da decisão do Supremo. No entanto, só devem ser apresentados depois da publicação da decisão dos embargos de declaração.

Se os embargos infringentes forem aceitos, esses réus poderão tentar reverter as condenações daquela acusação específica e reduzir a pena total - a maioria dos réus foi condenada por dois ou mais crimes.
Dos 25 condenados pelo Supremo, 12 teriam direito aos infringentes.

Fonte: G1
Imagem: Reprodução Jornal Metro

15 de set. de 2013

ACAMPAMENTO FARROUPILHA: Missa Crioula, gineteada e música movimentam o acampamento 2013

Culinária característica do pampa gaúcho também atraiu os visitantes
Culinária característica do pampa gaúcho também atraiu os visitantes Foto: Caren Mello/Divulgação PMPA
Um dos dias mais movimentos do Acampamento Farroupilha, com cerca de 23 mil visitantes, teve início com 10 provas campeiras, em 16 modalidades. Centenas de pessoas que ocuparam as arquibancadas da pista de prova, conheceram um pouco mais da habilidade de montaria, laço e gineteada, características da cultura gaúcha.

Com o calor mais ameno, o visitante acompanhou durante mais tempo no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho (Harmonia) a intensa programação cultural que se estendeu até o final da noite. “Chegamos antes das 10h aqui. Vamos almoçar, assistir uns shows e esperar até a Missa Crioula”, contou Marilia Aparecida dos Santos, professora de Gravataí, que veio acompanhada de uma prima. 

A programação prosseguiu com a primeira classificatória da segunda edição do Festival de Música do Acampamento e com a Missa Crioula. A celebração, que pediu as benção de Nossa Senhora Aparecida, padroeira dos piqueteiros, teve início com a condução da cruz e com a lembrança da presença religiosa na história, na cultura e nas lendas gaúchas. Na cruz foram amarrados os lenços vermelho, representando os chimangos, e o branco, em menção aos maragatos, como símbolo da importância da paz e do amor entre os povos. 

O sábado, que prosseguiu com uma demostração de Trova e Pajada, e de um show de Paulinho Pires, o homenageado deste ano no Acampamento, teve, inclusive, a presença da Corte do Carnaval de Porto Alegre. O Rei Momo, Fábio Verçosa, a rainha Thamy Souza e a princesa Fernanda Aguillera chamaram a atenção por onde passaram, distrubindo acenos e respondendo a pedido de fotos. “Nosso passeio comprova que somos carnavalescos e gaúchos. Uma cultura está dentro da outra”, avaliou Verçosa. 

Fonte e foto: PREFPOA

25 de ago. de 2013

HISTÓRIAS DE PORTO ALEGRE: Bondes na capital

0093fdbc
A capital dos gaúchos é uma cidade cosmopolita, repleta de histórias, encontros e desencontros em todas as áreas e em todas as partes de seu território. Algo que me faz lembrar bem essa história é a circulação dos bondes, que eu tive a alegria de ver, desfrutar e de fazer uma bela arte de criança, como esses meninos da foto. Quando vim residir definitivamente em Porto Alegre, na Av João Pessoa, nosso apartamento ficava a poucos metros da sede da Cia Carris, a garagem dos bondes na época, onde hoje é localizado o Edel Trade Center. Me deliciava entrando as escondidas na garagem para brincar com meus amigos de motorneiro. O tempo, que saudade, mas continuo aqui com minhas lembranças querendo estar em outro lugar.

Os bondes na capital

Circularam durante 62 anos, entre 1908 e 1970. Nos últimos anos de atividade, alguns chegaram a ganhar portas. Na maior parte do tempo em que rodaram, só uma corrente, que saía de um cano vertical, servia como anteparo e garantia, precariamente, à segurança dos passageiros que se aproximavam da saída. No inverno, o frio atingia em cheio aqueles que viajavam junto ao motorneiro ou nos primeiros bancos. No verão, apesar do perigo, o vento no rosto fazia a alegria da garotada que preferia andar pendurada no estribo sem pagar a passagem. Os bilhetes eram como esses que o leitor Rubem Paulo Karl conservou até hoje.

0093fdbb
0093fdbd
Bilhetes de bonde da década de 1960. Foto: Acervo Rubem Paulo Karl, reprodução

Fonte: Blog Almanaque Gaúcho / ZH

19 de ago. de 2013

MAIORIDADE PENAL: Redução: Uma questão de justiça com a sociedade Brasileira

Sou um contundente defensor do diálogo e extremamente contra qualquer tipo de violência. Tenho comigo uma frase que passou a ser uma de minhas convicções, que é: "DIREITOS HUMANOS, PARA HUMANOS DIREITOS", eu sempre que questionado sobre o assunto violência citei esta frase, que não sei de quem é a autoria, mas me apropriei dela. 

A maioria da nossa sociedade é cumpridora de seus deveres, respeita o próximo, respeita o direito de ir e vir, respeita o patrimônio público e privado, não rouba, não mata, etc. E quando esta mesma sociedade é ultrajada, é roubada, é assassinada, tem seus bens danificados etc, fica refém e não pode se defender da forma que gostaria porque "os direitos humanos" os impedem, não tem a quem recorrer, ou quando recorre ainda tem que se justificar ou ser punida por ser um "humano direito". Isso não é uma apologia ao revide e a Lei de Talião (olho por olho dente por dente).

O sistema penal brasileiro esta defasado, antigo e cheio de contradições que os tortos homens do direito, os marginais de plantão, de todas as classes sociais, os empresários e políticos, se esbaldam para garantir benefícios que não os leve para a jaula, ou os leve pelo menor tempo possível. E ai entra a utilização de menores que assumem crimes no lugar de seus patrões. Isso tudo ocorrendo dentro da lei, que na maioria das vezes pune os menos abastados, e nas barbas da sociedade que esta cansada de tanto desmando e injustiça.    

Sou totalmente favorável a redução da maioridade penal para 16 anos, se não menos. Pesquisas recentes da CNT (Confederação Nacional dos Transportes) em conjunto com o instituto MDA revelaram que 92,7% dos brasileiros são a favor da redução da maioridade penal, atualmente de 18 anos, para 16. Outros 6,3% são contra e 0,9% não opinaram.

Mesmo que o Sr. Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, seja contra e se utilize, de forma correta, da nossa Constituição para justificar sua posição, sou a favor e a sociedade brasileira já demonstrou isso. O senhor ministro que não me venha dizer que defender a redução da maioridade penal é como utilizar uma varinha mágica e que isso não vai resolver o problema da criminalidade ou que a defesa é uma tentativa de esconder da sociedade seus reais problemas.  Ele que vá usar sua retórica em outros pagos e vá trabalhar na defesa dos verdadeiros anseios do povo brasileiro. 

Crimes cometidos por menores cresceram

Temos que lembrar ao senhor ministro Cardozo que nos últimos 12 anos os crimes cometidos por menores de 18 anos teve acréscimo de mais de 80%, só na cidade de São Paulo subiu de 8.000, no ano de 2000, para 14.400 em 2012, sendo que deste total cerca de 10% dos crimes são cometidos por menores de 16 anos. Os crimes cometidos por maiores de 18 anos, no estado de São Paulo, no mesmo período, tiveram redução. 

Que me perdoem os defensores do ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente, estatuto este que apoio, é modelo e pouco empregado e respeitado em nosso país, exceto quando se trata da questão penal, os números de crimes cometidos por menores cresceram em todo o país.   

No ano de 2012, houve um aumento, em relação a 2011, de 14,3% no número de apreensões de crianças e adolescentes por crimes como vandalismo, desacato, tráfico, lesão corporal, furto, roubo e homicídio. No mesmo período, a elevação no número de jovens e adultos que foram presos por crimes em geral foi bem menor: de 5,8%. Os principais crimes cometidos por crianças e adolescentes no ano passado foram furto, roubo e tráfico de drogas. O levantamento foi feito pelo Jornal O Globo com dados fornecidos por sete dos dez estados mais populosos do país: São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Ceará, Paraná e Santa Catarina.

Isso merece manifestação popular

Tramita no Congresso Nacional algumas PEC's, Proposta de Emenda Constitucional, sobre esse assunto, que pelos comprometimentos dos senhores deputados e senadores com seus próprios objetivos, mais uma vez não vai dar em nada. Por essas e outras que penso que nós temos que exigir a redução da maioridade penal, temos que voltar às ruas, pressionar os políticos em todas as esferas, desde os vereadores e prefeitos, passando pelos deputados e governadores até chegar em Brasília.

"REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL JÁ" 
#vemprarua

Fontes: Jornal o Globo, Difusora.com, Jornal Metro 

15 de ago. de 2013

ACAMPAMENTO FARROUPILHA 2013: Entidades tradicionalistas receberam alvarás nesta quinta-feira

A Secretaria Municipal da Cultura (SMC) entregou nesta quinta-feira 381 alvarás para entidades tradicionalistas que participarão do Acampamento Farroupilha em Porto Alegre. A entrega do documento foi realizada no galpão administrativo do Parque da Harmonia. 

O coordenador de Tradição e Folclore da SMC, Giovani Tubino, informou que o espaço estará liberado para a montagem dos galpões no sábado, a partir das 7h, e vai até 30 de agosto. “Quem perdeu a oportunidade de retirar o alvará poderá fazê-lo no sábado”, explicou. A abertura da festa farroupilha será no dia 7 de setembro, com a chegada da chama crioula.

Conforme Tubino, está prevista uma extensa programação de bailes, rodeio e competições de laço, rédeas e gineteadas. A edição deste ano terá como tema “2013: O Rio Grande do Sul no imaginário social”. Segundo o coordenador, neste ano foram implantadas melhorias para qualificar o atendimento ao público. “A área de alimentação foi ampliada, passando a oferecer mais restaurantes, as ruas receberam mais britas e foi ampliada a rede de drenagem para escoamento da água em caso de chuva e 180 banheiros químicos estarão à disposição do público”, ressaltou.

De acordo com Tubino, a segurança recebeu cuidados especiais com relação à prevenção de incêndio, cada galpão precisou comprovar a participação no treinamento oferecido pelo Corpo de Bombeiros para realizar a inscrição nos lotes oferecidos. Além disso, pela primeira vez o Corpo de Bombeiros estará presente durante todo acampamento, assim como já é tradição manter equipes da Brigada Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal, mais a segurança privada contratada para controle da portaria.

A secretaria terá no acampamento com um projeto-piloto de gestão hospitaleira, a fim de testar os processos e treinamento de pessoal com foco na Copa do Mundo de 2014, para buscar a excelência no atendimento de turistas e visitantes durante o mundial de futebol.


Fonte: Correio do Povo


7 de ago. de 2013

DIA DO PEDESTRE 08/08: Nada a comemorar em Porto Alegre

Nesta quinta-feira, 08/08, é o Dia do Pedestre no RS, conforme Lei Nº 12.048 de 19 de dezembro de 2003, o que não é para se comemorar, já que o trânsito na capital dos gaúchos esta matando mais do que o ano que passou.

Julho foi o mês mais violento do ano no trânsito de Porto Alegre, com 14 mortes, de acordo com levantamento divulgado nesta terça-feira (6) pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Na comparação com os sete primeiros meses do ano passado, houve um aumento de 26,32% em vítimas fatais (72 a 57). As mortes por atropelamentos aumentaram para 29 contra 16 (81,25%); assim como as vítimas fatais envolvendo motos, 28 a 24 (16,67%).

Segundo Vanderlei Capelari, presidente da EPTC, a empresa vai intensificar a fiscalização e o uso do radar móvel, inclusive nos corredores de ônibus. Especificamente no Dia do Pedestre, a empresa vai realizar ações de conscientização no centro da capital.

Fonte: G1


31 de jul. de 2013

INSEGURANÇA PÚBLICA NO RS: Latrocínio, roubo seguido de morte, aumenta 31% no estado.


Até quando as autoridades vão permitir tamanha barbárie. Muito se fala que as Polícia do RS são as melhores do país, mas tem os menores salários. O discurso é um e a prática é outra.

As estatísticas comparam janeiro a junho nos últimos três anos:

Homicídio doloso
2011: 780 casos
2012: 965 casos (23,7%)
2013: 904 casos (-6,3%)

Furto
2011: 84.693 casos
2012: 80.754 casos (-4,6%)
2013: 77.852 casos (-3,6%)

Furto de veículo
2011: 7.369 casos
2012: 7.309 casos (-0,8%)
2013: 8.363 casos (14,4%)

Roubo
2011: 22.384 casos
2012: 22.353 casos (-0,13%)
2013: 25.166 casos (12,6%)

Roubo de veículo
2011: 5.536 casos
2012: 5.834 casos (5,4%)
2013: 6.091 casos (4,4%)

Latrocínio
2011: 39 casos
2012: 38 casos (-2,5%)
2013: 50 casos (31,6%)

Tráfico
2011: 4.238 casos
2012: 4.623 casos (9%)
2013: 4.860 casos (5,1%)

Fonte: ZH

27 de jul. de 2013

MERCADO PÚBLICO PORTO ALEGRE: Recuperação total só em 2014

Depois da tragédia, que felizmente não foi do tamanho que se pensava, a prefeitura de Porto Alegre informou que a recuperação do Mercado Público só acontecerá no próximo ano. Segundo o coordenador da Memória Cultural da Secretaria Municipal da Cultura, arquiteto Luiz Antônio Custódio, que junto com o secretário municipal da Cultura, Roque Jacoby, acompanhou visita dos integrantes do Conselho do Patrimônio Histórico Cultural (Compahc) ao Mercado Público em inspeção que debateu alternativas operacionais para a restauração do prédio, parcialmente destruído pelo incêndio de 6 de julho, constatou-se que a recuperação se dará no mínimo em oito meses.

Ainda segundo Custódio, após a primeira etapa de realização de obras que possibilitarão a reabertura das partes não afetadas pelo incêndio, o foco estará na restauração do patrimônio histórico cultural. Cerca de 80% dos trabalhadores já terão retornado ao Mercado neste período. Ele disse que, para viabilizar o funcionamento do Mercado, falta só executar uma proteção, com redes e tapumes, para impedir a queda de materiais sobre o térreo.

O arquiteto destacou que, pelo fato de o Mercado se tratar de um monumento de importância inquestionável para a cidade, a recuperação assume significado sobretudo cultural. O Compahc se reúne na segunda com o intuito de embasar as decisões a serem tomadas quanto à contratação das empresas que vão executar as obras necessárias para a restauração do Mercado.

Além dos conselheiros do Compahc, também participaram da visita a superintendente substituta do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) Ana Maria Beltrami, e o diretor do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado Eduardo Hahn.

E os culpados?

As autoridades se mobilizaram, falaram, buscaram recursos, apareceram na mídia se dizendo estarrecidas com o que ocorreu ao Mercado Público da capital. Governo municipal, estadual e federal não pouparam palavras. Por enquanto só palavras. Vão deixar tudo para o "ANO ELEITORAL", 2014. 

O que a população espera são ações objetivas para a retomada do Mercado Público. Principalmente no que diz respeito as causas e os culpados pela tragédia. Esperamos que não culpem os trabalhadores do local, e nós usuários e amantes do nosso Mercado Público. 

Mas como sempre, o que me parece, não vai dar em nada. O que tenho a certeza é de que todos vão querer tirar dividendos políticos deste fato lamentável, infelizmente. 

E nós não podemos compactuar com toda esta bandalheira. Queremos o "MERCADO PÚBLICO" de volta na plenitude o mais rápido possível, com os culpados responsabilizados.

Fonte: Correio do Povo
Foto: pop.com.br
Edição: ALO

12 de jul. de 2013

EDUCAÇÃO RS: Governo do PT diz uma coisa e na prática faz outra

Além de não pagar o que deve ser pago aos professores estaduais, o Governador Tarso Genro (PT) alardeou aos quatro ventos que no RS o projeto Passe Livre vai beneficiar milhares de pessoas, cerca de 200 mil, na maioria estudantes. O que ele esqueceu de dizer é como vai fazer isso, já que da forma como foi encaminhado o projeto, é inconstitucional. Ele também não disse em seu discurso o porquê não esta repassando o valor devido do transporte escolar aos municípios. O discurso é um, e a prática é outra.

Segundo relatório da Famurs - Federação dos Municípios do RS, os municípios gaúchos bancaram, em 2012, 73% de todas as despesas do transporte escolar de alunos da rede pública estadual e municipal de ensino. Esse é um dos resultados da pesquisa que apontou a falta de investimento estadual e federal como a principal causa para os problemas no transporte escolar do Rio Grande do Sul. O estudo foi apresentado pelo presidente da Famurs, Ary Vanazzi, no mês de junho, durante entrevista coletiva para a imprensa, na sede da entidade.

O relatório mostra que o transporte de um aluno custa, em média, R$ 1,1 mil por ano. Segundo o levantamento, em 2012, foram gastos R$ 295 milhões para a condução dos 270 mil estudantes dos 330 municípios que responderam a pesquisa. Do total, aproximadamente R$ 215 milhões, 73%, foram pagos pelas prefeituras.

Enquanto isso, o governo estadual repassou apenas R$ 55 milhões aos municípios: déficit de R$ 65 milhões, em relação aos R$ 120 milhões que deveriam ter sido pagos, se considerar que 110 mil alunos pertencem à rede estadual. Já a União, por sua vez, que trabalha em regime de colaboração, despendeu apenas 8% do valor total gasto com o transporte.

Para Vanazzi, os recursos repassados às prefeituras para a realização do serviço são insuficientes. "Precisamos mostrar onde está o problema e de quem é a responsabilidade. Tem municípios que pagam 90% do transporte escolar", alertou.

Entre as soluções apresentadas pelo presidente da Famurs estão a ampliação dos repasses federal e estadual, a criação de um programa federal para compra de novos ônibus escolares e a mudança dos critérios de distribuição dos recursos do Estado. Atualmente, o Programa Estadual de Apoio ao Transporte Escolar (Peate) leva em conta somente a extensão territorial do município e a quantidade de alunos. 

Por estes dados dá para se ter uma idéia do quanto o PT se preocupa de verdade com a educação em nosso estado e país. Dizendo uma coisa e fazendo outra eles vão nos enrolando. Temos que brigar por uma educação estilo "FIFA". #vemprarua, #educaçãopratodos


Fonte: Famurs

10 de jul. de 2013

PRANCHA ECOLÓGICA: Prêmio chama a atenção para a reciclagem


Niel Terme foi o grande vencedor do concurso cultural da Australia Go, com apoio da Bond University e a prefeitura da Gold Coast (Gold Coast Tourism e Study Gold Coast).

O vídeo do local de Garopaba (SC) foi o mais votado. O que chamou a atenção da organização do evento foi a criatividade na construção das pranchas recicláveis, feitas com garrafas pet. Além disso, esta ação de Neil tem um apelo ecológico de incentivo à reciclagem e promoção do surf como um esporte saudável. 

A cidade da Gold Coast é um laboratório para este tipo de pesquisa e também é mundialmente conhecida pelos praticantes de surf. Por isso, a iniciativa, coragem e a dedicação no projeto elaborado pelo catarinense, deixou todos os envolvidos no concurso bem impressionados. 

Niel ganhou vários prêmios, entre eles, uma passagem de São Paulo (SP) para a Gold Coast, Austrália, sete noites em acomodações de luxo na Gold Coast, um carro alugado e entradas para o Dreamworld / White Water World e o Surf World. Além de 14 semanas de um curso de inglês na Bond University. 

Para quem não conhece, Niel é professor de educação física e também trabalha com atividades ligadas à reciclagem. Uma delas é ensinar as crianças a fazer as próprias pranchas de garrafa pet. O local de Garopaba também organiza o segundo campeonato de surf com garrafas recicladas.

Para obter mais informações sobre esta competição, acesse o Facebook do evento. Para conhecer mais sobre o trabalho de Niel Terme, acesse o Facebook do Projeto Prancha Ecológica.

Fonte: Waves

7 de jul. de 2013

MERCADO PÚBLICO DE PORTO ALEGRE: O prédio não tinha PPCI - Plano de Prevenção e Combate a Incêndio

Na noite de ontem, 06/07, por volta das 20:30 h o Mercado Público de Porto Alegre começava a viver uma de suas piores tragédias com o incêndio que destruiu, segundo os bombeiros, cerca de 30% das instalações principalmente da parte superior. Segundo o presidente da Associação dos Lojistas do Mercado Público, Ivan Konig, o fogo começou em um restaurante da parte superior da Julio de Castilhos. No local, funcionam restaurantes. O Corpo de Bombeiros de Porto Alegre, com a colaboração de algumas guarnições da Grande Poa, apesar dos muitos problemas para combater o fogo, conseguiu conter as chamas por volta das 24h. 

Uma notícia que chocou todos: 

O Mercado Público de Porto Alegre não possui, e nem possuiu PPCI. Quer dizer que este prédio que é um ícone do centro da capital dos gaúchos não tem nem nunca teve Plano de Combate à Incêndio. Isso é um desrespeito com os porto-alegrenses e gaúchos que, primeiramente, trabalham e tiram seus sustentos daquele local, e segundo com as milhares de pessoas que compram e tem no Mercado Público seu local de lazer e de entretenimento, sem falar do perigo que diariamente todos os frequentadores corriam. 

Esta notícia foi dada pelo comandante do Corpo de Bombeiros de Porto Alegre, tenente-coronel Adriano Krukoski Ferreira ao Correio do Povo, disse o comandante: “Em 2007, advertíamos a falta. Não localizamos o plano até agora. Como é um processo documental, vamos verificar só amanhã às 8h”. Apesar de não haver o documento, o comandante afirmou que os bombeiros verificaram a existência de todo o sistema contra incêndios.

O meu Mercado...

Eu sempre tive o Mercado Público como referência, já frequentei diariamente quanto tinha escritório no centro da capital. Hoje passo por lá pelo menos duas vezes na semana. Tenho lembranças maravilhosas de eventos que lá realizei e de jantares e almoços soberbos. Assim como também tive algumas desilusões nas mesas do Mercado. Histórias da vida, vividas no Mercado Público. Estou triste, órfão e indignado.

O que diz a Prefeitura de Porto Alegre...

O prefeito José Fortunati afirmou que os equipamentos de combate a incêndio, como extintores e hidrantes internos, estavam todos adequados, disse ainda que a cidade não esta preparada para combater grandes incêndios. A Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio (Smic) informou que há cerca de 15 dias todos os 57 extintores do estabelecimento foram revisados, assim como todas as mangueiras foram substituídas. Com relação ao PPCI do prédio, a secretaria explicou que o plano está em análise na Secretaria Municipal de Urbanismo (Smurb), porque foram necessários atualizações.

E agora? De quem é a culpa?

Depois da tragédia no Mercado Público, felizmente sem vítimas, todos querem ganhar politicamente de alguma forma. Os sangue sugas politiqueiros em todos os níveis ganharam as manchetes hoje.

O Governador Tarso disse que o estado vai disponibilizar verba especial para os comerciantes. A Presidente Dilma disse que o Mercado faz parte da alma de Porto Alegre, e na noite de ontem telefonou ao Prefeito Fortunati para se solidarizar. Hoje a Presidente informou que o Governo Federal vai liberar recursos para a reconstrução do prédio. 

Tenho certeza que na campanha do ano que vem todos vão tirar proveito disso. Infelizmente, apesar de todas as manifestações e do banho de Democracia que nosso país vive, ainda somos um povo, na maioria, que pensa com o estomago. 

Estes sangue sugas, nem todos os políticos o são, vão continuar no poder, e vão continuar fazendo de tudo para beneficiar a si próprio e depois, se sobrar algo, beneficiar o povo. Eu acredito que uma mudança vá acontecer. Eu tô procurando fazer a minha parte dia a dia.

E o culpado, ou culpados? Queremos respostas para o que ocorreu. Vamos ficar atentos, vigilantes e cobrar respostas rápidas das autoridades.

Matérias sobre o ocorrido, clic nos link's:

FORÇA E FÉ AOS COMERCIANTES DO MERCADO PÚBLICO DE PORTO ALEGRE

Fonte: Correio do Povo
Edição: ALO

31 de mai. de 2013

MANIFESTANTES X BRIGADA MILITAR: Impasse deixa trânsito parado nos dois sentidos da Av. Loureiro da Silva em Porto Alegre


Por voltas das 20 h desta sexta-feira (31) na esquina da Av. Loureiro da Silva com a Rua José do Patrocínio, bairro Cidade Baixa, pouco mais de 100 manifestantes, na maioria jovens, trancaram o trânsito e se puseram frente a frente com o pelotão de choque da Polícia Militar, gritando palavras de ordem e chamando-os para o confronto.

Os manifestantes, vários encapuzados e com toucas ninja, estavam protestando contra o corte de 57 árvores ocorrido próximo a Usina do Gasômetro. A remoção da vegetação, feita na madrugada do dia 29, faz parte das obras de duplicação da Avenida Edvaldo Pereira Paiva (Beira-Rio) para a Copa 2014.

OPINIÃO

Eu sou a favor da Liberdade de Expressão e da Democracia. Sou contra vândalos disfarçados de ecologistas, sou contra baderneiros mascarados que apedrejam ônibus e quebram vidraças de lojas. Sou contra o desmatamento desregrado, mas sou a favor do desenvolvimento sustentável, da fluidez no trânsito, de melhorias que beneficiem toda a comunidade. 

Independente de concordar ou não com a realização do Mundial da FIFA no Brasil e discordar das obras mal executadas, infelizmente com o dinheiro público. Não posso concordar com esse tipo de manifestação. 

Os ECO"Loucos" que me desculpem, já encheu o saco estas manifestações. Em vez de captarem o apoio da população, estão conseguindo total antipatia popular.

A prefeitura de Porto Alegre se comprometeu em replantar milhares de árvores, isso não é justo? Ou o que querem os ECO"Loucos" agora? Que a obra não ocorra? Infelizmente as árvores já foram cortadas. 

O que penso que os Ecologistas sérios tem que fazer, é fiscalizar o plantio das árvores prometido pela prefeitura. Caso ele não ocorra, ai sim caberá nova manifestação.

Por agora, por favor, não prejudiquem ainda mais o já conturbado trânsito de Porto Alegre.